Novas regras de acesso ao Parque

216745939_4358549700832913_62449969233131790_n.jpg
AV I S O

O Artigo 9.º-A, da Resolução de Conselho de Ministros n.º 91-A/2021, de 9 de julho, estabelece em todo o território continental, a exigência de certificado digital ou teste negativo para o acesso a estabelecimentos turísticos e de alojamento local, independentemente do nível de risco de cada concelho. Assim, é obrigatório a partir das 00:00 de 10 de julho de 2021, aquando do check-in a apresentação de TESTE NEGATIVO À COVID 19 ou apresentação de CERTIFICADO DIGITAL DE VACINAÇÃO.

 

Tipos de testes aceites:

- A realização laboratorial de teste de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas 72 horas anteriores à sua apresentação;

 

- A realização de teste rápido de antigénio (TRAg), verificado por entidade certificada, realizado nas 48 horas anteriores à sua apresentação;

 

- A realização de teste rápido de antigénio (TRAg), na modalidade de autoteste, nas 24 horas anteriores à sua apresentação, na presença de um qualquer profissional de saúde ou da área farmacêutica que certifique a realização do mesmo e o respetivo resultado;

 

- A realização de teste rápido de antigénio (TRAg), na modalidade de autoteste, no momento, à porta do estabelecimento ou do espaço cuja frequência se pretende, com a supervisão dos responsáveis pelos mesmos.

 

Os menores de 12 anos estão dispensados da obrigação de se sujeitarem a testes de despistagem para acesso a locais ou estabelecimentos, para participar em eventos e para efeitos de circulação.